DHESCA lança relatório sobre Genocídio Negro e Racismo nas Unidades Prisionais e RUC’s de Altamira (PA)

0
241

Por Plataforma DHESCA – Já parou para pensar como a pandemia pode atingir as populações mais vulneráveis? Como ficam as pessoas em privação de liberdade que, em sua maioria, é negra? A lógica racista e genocida pela qual o Estado brasileiro opera, principalmente no sistema carcerário, promoverá ainda mais mortes neste contexto de pandemia. Para discutir tais questões, a Plataforma Dhesca promove o Webinário Genocídio Negro e Coronavírus no Sistema Prisional, no dia 08 de abril, às 18h. Além do debate sobre a necropolítica carcerária em tempos de COVID-19, a rede lança o Relatório sobre Genocídio Negro e Racismo nas Unidades Prisionais e RUC’s de Altamira (PA), resultado da missão emergencial realizada no final de 2019. O evento contará com a participação de Luiz Fábio Paiva e Udinaldo Francisco, Relatores Nacionais de Direitos Humanos responsáveis pela missão emergencial; Benilda Brito, coordenadora no Odara – Instituto da Mulher Negra; Monique Cruz, pesquisadora da Justiça Global; e Daniela Silva, militante do Movimento Xingu Vivo Para Sempre de Altamira.

RELATORIA EMERGENCIAL EM ALTAMIRA (PA)
Em outubro passado, a Plataforma Dhesca realizou a Missão Emergencial sobre Genocídio Negro e Racismo nas Unidades Prisionais e RUC’s em Altamira (PA). A Relatoria apurou uma série de violações decorrentes da instalação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Novas dinâmicas urbanas e criminais se desenharam no município com consequências diretas à população: desde a instalação dos Reassentamentos Urbanos Coletivos (RUCs) – marcados pela extrema precariedade nas condições de vida e existência das famílias desalojadas -, até uma nova configuração da violência no município, definida pela disputa de poder entre grupos faccionados e pelo fenômeno de encarceramento em massa da população negra, que culminaram no Massacre no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRALT), em julho de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*