Início Notícias Munduruku protestam contra vereadores que defendem construção de hidrelétricas

Munduruku protestam contra vereadores que defendem construção de hidrelétricas

Cerca de 100 indígenas Munduruku lotaram a Câmara Municipal de Vereadores de Jacareacanga, extremo oeste do Pará, nesta segunda-feira, 24, para protestar contra os vereadores que são favoráveis ao projeto do governo de construir hidrelétricas no rio Tapajós.

A fachada da Câmara foi grafitada com frases de protesto como “Não queremos barragens”, “viva o Tapajós”, “respeitem nosso direito” e “nossa palavra é que vale”.

Dentro do plenário, lideranças indígenas discursaram acusando vereadores de estarem tentando dividir o povo Munduruku, espalhando mentiras sobre os acontecimentos.”Este é um movimento popular indígena autônomo. Nossa decisão é a decisão do coletivo, dos caciques, das lideranças. E a decisão é de que somos contra as barragens que afetam nosso território”, explicou Valdenir Munduruku aos parlamentares.

“Nossa posição precisa ser respeitada. Ontem, nesta casa, alguns vereadores criticaram nosso movimento. A gente veio aqui [na Câmara] pra deixar um recado bem claro: se vocês não podem nos ajudar, também não atrapalhem”, disse.

Para o povo Munduruku, os parlamentares tem sido usados pelo governo federal e pelos empreendedores para forçar a viabilização de projetos hidrelétricos em território indígena e tradicional, mesmo sem ter havido consulta – e mesmo com o posicionamento público das comunidades contrário ao empreendimento. “Vocês não precisam vir falar de compensações, vir falar que as hidrelétricas vão trazer saúde e educação, porque saúde e educação são direitos nossos que não vamos negociar a troco de hidrelétricas”, argumentou a liderança.

Os vereadores ouviram as críticas dos manifestantes em silêncio. Ao final da sessão, o presidente da Casa, vereador Jerson Mourão (PSB), saiu pela tangente e agradeceu a oportunidade de ouvir os indígenas. “A Câmara vai estar apoiando vocês”, respondeu aos indígenas.

1 COMENTÁRIO

  1. VAMOS MUDA ESSE PAIS NÃO VAMOS ACABA COM A NOSSA MAIO RIQUEZA E ACABA POR NADA SÓ PRA ESSE POLITICO FICA CADA DIA MAIS RICO VAMOS BRASIL VAMOS PARA TUDO ESTRADAS CETROS DAS CIDADE SÓ ASIR ELE VÃO COMEÇA A OLHA PRA NOS QUANDO COMEÇA A MEXE NO BOLSO DELE VAMOS MUDA VAMOS PROTESTA SEM VIOLECIA SEM QUEBRA NADA VAMOS MUDA O BRASIL E NÃO ACABA COM ELE CHEGO A HORA BRASIL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Ação Cautelar da Defensoria Pública suspende licenciamento de Belo Sun

Em decisão favorável à Ação Cautelar proposta pela Defensoria Pública do Estado, foi garantida a suspensão da licença de instalação do Projeto de Mineração...

Assassinada há 15 anos, Dorothy Stang segue inspirando resistencias em Anapu

Nesta quarta, 12 de fevereiro, completaram-se 15 anos do assassinato da Irmã Dorothy Stang, contratado por um consórcio de fazendeiros que atuavam...

MPF amplia pedidos à Justiça e quer cancelamento de processos minerários em terras indígenas de todo Pará

MPF/PA- O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação com pedido urgente para que a Justiça Federal em Marabá (PA) cancele...

Mineração em terras indígenas: a proposta do governo Bolsonaro em 10 perguntas e respostas

Cristiane Prizibisczki, O Eco - O presidente Jair Bolsonaro assinou, na última quarta-feira (5), o PL 191/2020, que regulamenta a exploração...