Início Notícias DEPOIMENTO: Elissandra de Souza (enfermeira da aldeia Maia)

DEPOIMENTO: Elissandra de Souza (enfermeira da aldeia Maia)

A enfermeira Elissandra de Souza vive na aldeia Maia, na Volta Grande do Xingu (trecho do rio que praticamente secará, caso a construção da Usina de Belo Monte saia do papel). Ela afirma que, como profissional de saúde, recebeu propostas de emprego e propina caso ela se colocasse a favor do projeto. “Como é uma empresa muito conhecida, você vai ter auxílio de saúde, auxílio de transporte, seus filhos serão segurados, terão seguro de saúde”, relatou ela no vídeo que você pode ver aqui.

Segundo Elissandra, a oferta era tentadora, já que hoje em dia ela sequer tem trabalho com carteira assinada. “Mas eu sempre fui contra esse empreedimento. Sempre botei o pé na parede. Não aceito, porque eu vou estar sendo beneficiada né. Mas lá no futuro, lá na frente, como é que eu posso garantir o futuro dos meus filhos?” Ela continua: “Várias outras pessoas, várias outras famílias que têm crianças. Pais de família que sobrevivem desse rio, que necessitem dele, como é que eles vão cuidar da família deles? Eu vou estar com a minha garantida, mas e eles?”

Assista ao vídeo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...

Podcast BANZEIRO

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas importantes para...

Projeto Belo Sun coloca Amazônia brasileira em risco de contaminação

ISA - Uma avaliação técnica concluiu que a mina de ouro que a empresa canadense Belo Sun Mining pretende instalar na Volta...

Debate Amazônia em conflito: quem põe preço e quem dá valor – a disputa entre os predadores e os povos da floresta

A Amazônia sempre esteve em disputa entre os que a parasitam e aqueles que nasceram nos territórios e deles vivem. Há...