Início Notícias Sem resposta, agricultores ameaçados de despejo na Volta Grande vão ao MPF

Sem resposta, agricultores ameaçados de despejo na Volta Grande vão ao MPF

“Ninguém vai interditar nossas terras. Ninguém mais vai fazer picada aqui”. Assim disse o presidente da Associação dos Produtores Rurais das Glebas de Ituna, Bacajá e Bacajaí (Apribaí), Edinaldo Silva Campos.

Sem resposta concreta da Fundação Nacional do Índio (Funai), e ainda passando por problemas de interdição de suas terras, agricultores da Volta Grande do Xingu foram ontem ao Ministério Público Federal (MPF), exigindo que seus direitos sejam garantidos. A comunidade vem sendo assediada por pessoas que estariam trabalhando na demarcação da Terra Indígena Arara, vizinha à gleba Bacajaí.

“Homens armados que não se identificam continuam indo na nossa terra e colocando placas de interdição, fazendo picada. Isso não parou”, conta Edinaldo. “Nós dissemos à Funai: enquanto não saírem as indenizações, eles não vão interditar nada. Não queremos ser enrolados. Eles querem que a homologação saia logo, e nós achamos que essa pressa pode levar a gente a não ser indenizado”.

A exigência dos agricultores das glebas é de que as indenizações sejam feitas antes da demarcação e interdição. A Funai, no entanto, explicou aos agricultores que a etapa do levantamento fundiário, quando os pagamentos são calculados, só poderá ocorrer após a demarcação das terras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Belo Monte aumentou emissões de gases-estufa no Xingu em cerca de 3 vezes, diz estudo

Por Folha de São Paulo - Cercada de críticas desde o início do seu projeto, a usina hidrelétrica de Belo Monte gerou...

Justiça cancela acordo do Ibama com a Norte Energia sobre uso da água da Volta Grande do Xingu

Por MPF - A Justiça Federal cancelou o termo de compromisso entre o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e a...

Punição para a cadeia de culpados pela violência contra a nação Munduruku

Esta quarta, 26 de maio, foi um dia terrível. Criminosos ligados ao garimpo que invade, destrói, empesteia e mata no território Munduruku,...

Garimpeiros atacam e incendeiam aldeia de liderança Munduruku contrária ao garimpo no Tapajós (PA)

Do MPF - Um grupo de garimpeiros armados atacou nesta quarta-feira (26), no início da tarde, a aldeia Fazenda Tapajós, em...