Início Notícias Omissões de Belo Monte

Omissões de Belo Monte

A Norte Energia, responsável pela construção da usina hidrelétrica Belo Monte, no Pará, apresentou “diversas incoerências” ao prestar informações sobre as escolas que precisam ser construídas na região de Altamira (PA), diretamente impactada pela usina (Correio Braziliense, 15.06.2011).

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) quis saber se os requisitos estabelecidos na licença prévia estavam sendo cumpridos. A Norte Energia informou que sete escolas começaram a ser reformadas e outras sete começaram a ser erguidas em fevereiro. Uma visita de técnicos do Ibama à região constatou que somente as obras de duas escolas foram iniciadas. O mesmo ocorreu com os postos de saúde: o consórcio informou ao Ibama que quatro estavam em construção, enquanto os técnicos só acharam um.

A informação faz parte de um ofício do Ibama assinado pela diretora de Licenciamento Ambiental, Gisela Damm Forattini, e encaminhado à Norte Energia em 20 de maio, cobrando o cumprimento das condições contratuais. Doze dias depois, em 1º de junho, o Ibama concedeu a licença de instalação à usina Belo Monte, mesmo com o descumprimento das condicionantes listadas na licença prévia.

O ofício enviado à Norte Energia não foi o único que atestou o descumprimento dos requisitos. O parecer técnico sobre as condições para a licença de instalação, finalizado em 23 de maio, identificou “questões pendentes”. Faltava, conforme o parecer, a efetivação de programas que preparassem a região para receber milhares de operários de outros estados.

A subcomissão temporária criada no Senado para acompanhar a execução das obras da usina Belo Monte no Rio Xingu tem reunião agendada para hoje. Representantes da Norte Energia, do Ibama e do governo do Pará foram chamados. A concessão da licença de instalação, sem o cumprimento de condicionantes da licença prévia, será discutida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Protesto contra Norte Energia na Transamazônica termina com demandas enviadas ao MPF

Depois de cinco dias de ocupação e trancamento da Transamazônica na altura do km 27, a manifestação de pescadores, ribeirinhos, agricultores e...

Amazon Communities Protest to Maintain the Xingu River Alive

Foto: Lilo Clareto This Monday morning (11/09), over 150 representatives of fishermen, riverbank communities, family farmers and the...

Comunidades de 5 municípios trancam a Transamazônica por liberação de água no Xingu

Na manhã desta segunda, 9, cerca de 150 pescadores, ribeirinhos, pequenos agricultores e indígenas Curuaya e Xipaya dos municípios de Altamira, Senador...

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...