Início Notícias Constrangido, governo cancela ato inaugural de Operação Cidadania Xingu

Constrangido, governo cancela ato inaugural de Operação Cidadania Xingu

A abertura da Operação no Centro de Convenções de Altamira, onde participariam ministros, deputados e prefeitos, foi cancelada em função das manifestações. De acordo com os movimentos, os danos estruturais, como desalojamentos massivos da população mais pobre da região, expulsão dos ribeirinhos e agricultores de suas terras, a destruição do Xingu, a ameaça de epidemias de  doenças, a falta de cumprimento das condicionantes e todas as ilegalidades do processo de licenciamento de Belo Monte não podem ser mitigados por pequenas ações assistenciais pontuais, como as oferecidas pela Operação Cidadania.

Antes dos protestos contra o governo, um ato-relâmpago, organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD) e Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB)  em função de dois mandados de reintegração de posse, expedidos na última semana contra as duas maiores ocupações urbanas de famílias expulsas por Belo Monte, esquentou o clima na cidade. Desde as 8 da manhã, cerca de 300 pessoas faziam piquete na porta da prefeitura da cidade, exigindo que a prefeita Odileida Sampaio ajudasse nas negociações das pautas dos ocupantes.

Como a prefeita havia sido convidada a participar da abertura da Operação e não estava na sede da administração municipal, os sem teto foram para o local onde estava programada para acontecer a inauguração do mutirão, juntando-se aos manifestantes do Movimento Xingu Vivo para Sempre.

Por conta do policiamento ostensivo, boa parte das bandeiras e faixas, mesmo sem as hastes, tiveram de ser deixadas do lado de fora do Centro de Convenções. Isso não impediu, contudo, que o governo refizesse a programação no próprio local: ao invés da solenidade, apenas uma coletiva de imprensa de cerca de uma hora de duração, com pouca participação dos jornalistas.

Sem teto
No final da manifestação, o MTD foi procurado por representantes da Secretaria Geral da Presidência  para agendar uma reunião  entre governo federal e as famílias sem teto. A reunião deverá acontecer nesta quinta, em Altamira, em local escolhido pelos representantes do movimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...

Podcast BANZEIRO

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas importantes para...

Projeto Belo Sun coloca Amazônia brasileira em risco de contaminação

ISA - Uma avaliação técnica concluiu que a mina de ouro que a empresa canadense Belo Sun Mining pretende instalar na Volta...

Debate Amazônia em conflito: quem põe preço e quem dá valor – a disputa entre os predadores e os povos da floresta

A Amazônia sempre esteve em disputa entre os que a parasitam e aqueles que nasceram nos territórios e deles vivem. Há...