Anistia Internacional denuncia Belo Monte em relatório sobre direitos indígenas nas Américas

0
304

A Anistia Internacional, uma das mais importantes entidades de monitoramento, denuncia de violações e proteção de direitos humanos, acaba de lançar um novo relatório onde avalia as relações de Estados nacionais com as populações indígenas.

Tratando de violações na Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Guatemala, México, Panamá, Paraguai, Peru e Estados Unidos, o documento “Sacrificando direitos em nome do Progresso – Povos Indígenas ameaçados nas Américas” avalia grandes projetos governamentais de profundos impactos sobre as populações indígenas, processos legislativos truncados e medidas de proteção deficitárias, questionando as políticas de Estado sobre as relações com os indígenas.

No caso brasileiro, a Anistia destacou as violações de direitos cometidas pelo Estado no decorrer do projeto de Belo Monte, bem como a situação calamitosa dos Guarani Kaiowa, ameaçados pela expansão do agronegócio sojeiro e canavieiro no Mato Grosso do Sul.

Clique aqui para ver o documento na íntegra

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

*