Início Notícias Santo Antonio I: Poeira hospitaliza crianças na proximidade de Belo Monte

Santo Antonio I: Poeira hospitaliza crianças na proximidade de Belo Monte


Como previsto pelo Ministério Público Federal em uma das ações contra Belo Monte, o aumento do fluxo de veículos nas estradas de terra que levam aos canteiros de obra da usina já está fazendo vítimas.

Na comunidade de Santo Antonio, também conhecida como Agrovila do 50, moradores têm sofrido com problemas respiratórios decorrentes da poeira levantada pela movimentação de tratores e caminhões na Rodovia Transamazônica, que nunca foi asfaltada. Nos últimos vinte dias, ao menos onze crianças foram internadas no hospital regional de Altamira, ou foram à cidade a procura de tratamento por problemas respiratórios como asma, bronquite e pneumonia, em função de inflamações e intoxicações geradas pela poeira, denunciaram moradores.

A comunidade fica na margem esquerda do quilômetro 50 Rodovia Transamazônica, no município de Vitória do Xingu, no sentido Altamira – Marabá, há menos de um quilômetro do canteiro, também  identificado como km 50.

Na última semana, o assunto principal em Santo Antonio foi o caso da filha de cinco anos de um pescador que está há duas semanas internada, com pneumonia. “Muitas crianças adoeceram e estão adoecendo… Na última reunião com a Norte Energia [construtora de Belo monte], reclamamos da poeira, e agora eles mandam alguns caminhões molhando a estrada”, explica Acional de Souza, 28 anos. Acional trabalha numa empresa terceirizada que presta serviços para a Norte Energia. “Das sete da manhã às cinco da tarde, o trânsito, o barulho e a poeira são insuportáveis”, conta Walci Pereira Barbosa, 62 anos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Um balanço da situação da Amazônia sob Bolsonaro em tempos da Covid 19

Por Rosa AcevedoNesse momento, alguém morre e será enterrado como mais uma nova vítima da COVID 19 na Amazônia. Milhões sentem os...

Protesto contra Norte Energia na Transamazônica termina com demandas enviadas ao MPF

Depois de cinco dias de ocupação e trancamento da Transamazônica na altura do km 27, a manifestação de pescadores, ribeirinhos, agricultores e...

Amazon Communities Protest to Maintain the Xingu River Alive

Foto: Lilo Clareto This Monday morning (11/09), over 150 representatives of fishermen, riverbank communities, family farmers and the...

Comunidades de 5 municípios trancam a Transamazônica por liberação de água no Xingu

Na manhã desta segunda, 9, cerca de 150 pescadores, ribeirinhos, pequenos agricultores e indígenas Curuaya e Xipaya dos municípios de Altamira, Senador...