Início Notícias Dia 22, Rio protesta contra financiamento de Belo Monte pelo BNDES

Dia 22, Rio protesta contra financiamento de Belo Monte pelo BNDES

Na próxima segunda-feira, dia 22/08, movimentos sociais do Rio de Janeiro promovem um ato de protesto contra o BNDES na frente da sede do banco. Anunciado pelo governo como o maior financiador de Belo Monte, o BNDES já foi notificado extrajudicialmente em 2010 de que será co-responsabilizado por todos os danos sociais e ambientais decorrentes da construção da usina.

O ato integra a campanha do Dia Mundial de Ação Contra Belo Monte – que acontecerá dia 20/08, sábado, em várias cidades do Brasil, e no dia 22/08 em cerca de vinte cidades no exterior.  Ocorrerá das 11h às 13h, e a concentração acontece na banca de jornal em frente ao BNDES.

O protesto esta sendo convocado pelo Comitê Metropolitano Xingu Vivo, Comitê Popular Copa e Olimpíadas, CSP Conlutas, Fórum da Amazônia Oriental, Fórum Social Panamazônico, Intersindical, Jubileu Sul, Movimento Xingu Vivo para Sempre, MST, PACS, Plataforma BNDES, Plenária dos Movimentos Sociais e Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais.

Clique aqui para ler e baixar o panfleto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Nota de solidariedade ao povo Munduruku

O Movimento Xingu Vivo para Sempre quer expressar sua solidariedade ao povo Munduruku, sua indignação contra o cotidiano de violência a que...

Beiradeiros, Xingu Vivo e SDDH entram com representação criminal contra responsáveis por danos à Volta Grande do Xingu

Depois da divulgação de um acordo firmado entre o Ibama e a Norte Energia que, na última semana, permitiu que a empresa...

Ibama e a sentença de morte do Médio Xingu

Por Verena Glass - No ano de 2020, o Médio Xingu sofreu uma das piores secas da sua história. Aliado a um...

Ibama contraria ministério e mantém decisão de determinar que Belo Monte libere água no rio Xingu

André Borges, O Estado de S.Paulo - Pressionado de todos os lados pelo governo, o Ibama decidiu levar adiante a sua decisão...