Início Notícias Protestos em Altamira: "Belo Monte não é fato consumado!"

Protestos em Altamira: “Belo Monte não é fato consumado!”

Movimentos sociais de Altamira e região realizaram nesta sexta (19) um ato contra a construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A manifestação antecipou a programação do Dia de Mobilização Global contra Belo Monte.

Pescadores, agricultores, sem teto, professores, indígenas, ribeirinhos e desempregados marcharam, em confluência com a Romaria dos Mártires do Encontro das Comunidades Eclesiásticas de Base (CEBs), que acontecia no município de Vitória do Xingu. Os dois grupos se reuniram na pequena Igreja da comunidade de Belo Monte – bairro que deu nome ao empreendimento que tem balançado o mundo para iniciar o protesto.

Cerca de 300 pessoas cruzaram a balsa – trajeto simbólico que liga Vitória do Xingu a Anapu, numa caminhada que levou cerca de 3 horas. Durante o trajeto, as falas relembraram diversos lutares dos povos do Xingu, do Brasil e do mundo que tombaram em defesa de um mundo mais justo. Cantos e palavras-de-ordem deixavam claro: Belo Monte não é um fato consumado.

O ato foi organizado pelo Movimento Xingu Vivo Para Sempre, com a participação da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública do Pará – Núcleo Altamira (Sintepp-Altamira), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD), além de diversas paróquias da região e associações de trabalhadores e moradores das comunidades atingidas.

Fotos: Karen Hoffmann

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Protesto contra Norte Energia na Transamazônica termina com demandas enviadas ao MPF

Depois de cinco dias de ocupação e trancamento da Transamazônica na altura do km 27, a manifestação de pescadores, ribeirinhos, agricultores e...

Amazon Communities Protest to Maintain the Xingu River Alive

Foto: Lilo Clareto This Monday morning (11/09), over 150 representatives of fishermen, riverbank communities, family farmers and the...

Comunidades de 5 municípios trancam a Transamazônica por liberação de água no Xingu

Na manhã desta segunda, 9, cerca de 150 pescadores, ribeirinhos, pequenos agricultores e indígenas Curuaya e Xipaya dos municípios de Altamira, Senador...

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...