Início Notícias Protestos em Altamira: "Belo Monte não é fato consumado!"

Protestos em Altamira: “Belo Monte não é fato consumado!”

Movimentos sociais de Altamira e região realizaram nesta sexta (19) um ato contra a construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A manifestação antecipou a programação do Dia de Mobilização Global contra Belo Monte.

Pescadores, agricultores, sem teto, professores, indígenas, ribeirinhos e desempregados marcharam, em confluência com a Romaria dos Mártires do Encontro das Comunidades Eclesiásticas de Base (CEBs), que acontecia no município de Vitória do Xingu. Os dois grupos se reuniram na pequena Igreja da comunidade de Belo Monte – bairro que deu nome ao empreendimento que tem balançado o mundo para iniciar o protesto.

Cerca de 300 pessoas cruzaram a balsa – trajeto simbólico que liga Vitória do Xingu a Anapu, numa caminhada que levou cerca de 3 horas. Durante o trajeto, as falas relembraram diversos lutares dos povos do Xingu, do Brasil e do mundo que tombaram em defesa de um mundo mais justo. Cantos e palavras-de-ordem deixavam claro: Belo Monte não é um fato consumado.

O ato foi organizado pelo Movimento Xingu Vivo Para Sempre, com a participação da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública do Pará – Núcleo Altamira (Sintepp-Altamira), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD), além de diversas paróquias da região e associações de trabalhadores e moradores das comunidades atingidas.

Fotos: Karen Hoffmann

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Demandamos que a Justiça puna Salles, porque a fome está nos deixando fracos demais para mais esta batalha

Na última sexta feira, 22 de maio, foi divulgado o vídeo de uma reunião do presidente Bolsonaro com seus ministros, após liberação das imagens...

Vale e Eletrobras são excluídas de maior fundo soberano por Brumadinho e Belo Monte

Folha de São Paulo - O fundo soberano da Noruega, que administra mais de US$ 1 trilhão, decidiu excluir de sua carteira...

Curuaia da Volta Grande colhem e doam produtos a familias atingidas pela fome

Por Verena Glass/Fotos Lorena Curuaia - A pequena comunidade Yawá, localizada na região conhecida como Jericoá, na Volta Grande do Xingu, tem...

Belo Sun signals a restart, but controversial gold mining project in the Amazon remains suspended by three court decisions

On April 24th, the Canadian mining company Belo Sun released a corporate statement on its website claiming that it ‘successfully completed’ the...