Início Notícias Ocupação em São Paulo contra Belo Monte

Ocupação em São Paulo contra Belo Monte

Respondendo ao chamado global para realizar ocupações neste 15 de outubro em locais públicos, manifestantes contra a usina hidrelétrica de Belo Monte acamparam no Vale do Anhangabaú, região central de São Paulo, em vigília.

A principal pauta do acampamento é o julgamento  da primeira de 12 Ações Civis Públicas (ACPs) do Ministério Público Federal contra Belo Monte pelo Tribunal Regional Federal (TRF-1) , na próxima segunda-feira (17). Os manifestantes demandam decisão positiva em relação à Ação, e o apreciação das outras 11 ACPs (leia mais).

A ocupação em São Paulo acontece simultânea a mais de 300 cidades pelo mundo. Em Belém e em Altamira (PA) também ocorrem manifestações. Em Belém, há um acampamento montado desde o sábado. E em Altamira o protesto ocorrerá na segunda-feira em frente ao TRF-1 (leia mais).

Se você quer unir sua voz aos indignados contra esse projeto que não visa o desenvolvimento real brasileiro e ainda por cima traz consigo uma imensa lista de crimes contra os direitos humanos e o meio ambiente, pode participar do protesto online. O tuitaço acontece dia 17, a partir das 13h, para pedir que o TRF-1 seja favorável à ACP e que julgue as demais. Usaremos a #BeloMonte. Participe! Indigne-se! (clique aqui para baixar a imagem).

 

Abaixo, imagens dos indignados contra Belo Monte em São Paulo.

11 COMENTÁRIOS

  1. Gente quem não quer a Hidreletrica de Belo Monte, tinha q ficar sem energia eletrica a vida toda, pra compensar os q querem ter energia, FALA SERIO GENTE….

    • Você só pode estar de brincadeira né querido? Você acredita mesmo que precisa dessa hidrelétrica? Que tal uma pesquisada para não falar bobagem! 😉

    • a demanda de energia elétrica é das cidades grandes. Elas que construam suas hidrelétricas, viadutos, metrôs e túneis por lá mesmo. É uma opção do metropolitano que não pode ter o preço pago com a destruição do ambiente alheio.

  2. Seria melhor que adotassem também o site Causes, para espalhar essas denúncias. Outra coisa, o problema não está apenas na construção de Belo Monte, tem que haver paralisação definitiva inclusive em Teles Pires e Jirau. Mesmo que se interrompa, se desative e se cancele a construção de Melo Monte, Teles Pires e Jirau ainda há em andamento uma centena de outros projetos de hidrelétricas na bacia do Amazonas. Temos que acabar com essa política de destruição. Todos sabemos que o que se esconde por trás dessas usinas não é geração de energia para o povo, mas geração de energia para a mineração, ouro, pedras preciosas e outras extrações para a indústria pesada.

  3. Gente que insiste em fingir que se preocupa com o meu ambiente, só digo uma coisa:
    Ao invés de ficarem criticando Belo Monte, vão lá conhecer o projeto por completo, o que será feito com toda área que está sendo usada mas não fará parte da usina, será que alguém sabe que aquela área será reflorestada????

  4. É um absurdo, o governo juntamente com as concessionarias Belo Monte querem dá casas de alvenarias para nossos irmãos índios. É uma falta de respeito com a cultura desses povos "ÍNDIO MORA EM OCAS" sente-se bem em pisar descalço no chão, andar nú, correr livre na mata e nadar nos rios e igarapés. Irmãos índios não caiam mais uma vez em papo de homem branco. Lembrem-se quando eles chegaram aqui em 1500, enganando e matando os índios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...

Podcast BANZEIRO

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas importantes para...

Projeto Belo Sun coloca Amazônia brasileira em risco de contaminação

ISA - Uma avaliação técnica concluiu que a mina de ouro que a empresa canadense Belo Sun Mining pretende instalar na Volta...

Debate Amazônia em conflito: quem põe preço e quem dá valor – a disputa entre os predadores e os povos da floresta

A Amazônia sempre esteve em disputa entre os que a parasitam e aqueles que nasceram nos territórios e deles vivem. Há...