Início Notícias Agricultor desaparecido retorna a Altamira e conta que fugiu de homens armados

Agricultor desaparecido retorna a Altamira e conta que fugiu de homens armados

O agricultor Sebastião Pereira, que desde segunda-feira, 27, estava desaparecido, voltou hoje à casa da família em Altamira. Ele passa bem. A propriedade de seu Sebastião, um dos vários produtores de cacau da Volta Grande do Xingu na região de Altamira, foi desapropriada pela Norte Energia em 2011 e incorporada à área do canteiro de obras da hidrelétrica de Belo Monte conhecido como Sitio Pimental. Apesar de ter destruído sua casa assim que foi decretada a desapropriação, a empresa ainda não pagou o valor da indenização à família.

De acordo com seu Sebastião – que, em função do não pagamento da terra e das lavouras, resolveu continuar trabalhando na área -, na última segunda, quando voltou à propriedade, ele foi impedido de entrar.

Depois de ter sido ameaçado por seguranças do canteiro, Sebastião decidiu atravessar a mata fechada e conseguiu chegar até a plantação de cacau, onde trabalhou até quarta-feira. Ele repete o diálogo que havia sido descrito a familiares, que foram a sua procura nesta quinta, por um funcionário não-identificado do consórcio, onde um dos seguranças teria dito a ele que ele sairia morto do lote, caso decidisse entrar.

Segundo Sebastião, neste dia, ele estava colhendo cacau, quando cerca de 20 tratores entraram na plantação, já derrubando as árvores. O agricultor ouvia os sons das máquinas, de longe. Ao se aproximar, percebeu que, na linha de frente dos tratores, havia diversos homens armados que Sebastião não conseguiu identificar se eram policiais fardados ou seguranças particulares. “Eles vieram pra cima de mim, os cabras armados, com os tratores atrás. Aí eu tive que correr. O que que eu ia fazer? Ia enfrentar aquele bocado de gente, pra me matarem lá dentro?”

Sebastião relata que fugiu dos homens armados e foi para a mata, onde se escondeu até que, na quinta-feira de noite, foi a pé até a Rodovia Transamazônica, onde pegou carona para Altamira. Chegou na cidade às duas horas da tarde de sexta, 2.

“Eu voltei escondido. Mas eu vou voltar pra lá. Derrubaram o cacau, então eu vou colher castanha. Eu vou viver é daquilo lá, não é de conversa fiada, enquanto não me indenizarem”, conclui.

Texto: Ruy Sposati
Vídeo: Daniel Carezzato e Ruy Sposati

7 COMENTÁRIOS

  1. Que bom que você está vivo, grande guerreiro Sebastião Pereira!! ! O que o governo está fazendo com nossas florestas, nossos rios, nossos índios, nossos animais, com o rio Xingu, com sua família, com tantas famílias, tantos trabalhadores, tem nome, chama-se: GANÂCIA e MONSTROCIDADE!!!

  2. ah tá.. vinte tratores??? só para derrubar o seu cacau… área importante a sua hein… a Norte não pagou ainda?? por que será? com certeza o Senhor não aceitou o valor (que em todas as propriedades está sendo bem alto, até onde eu ouvi falar…). e o senhor fugiu… foi mesmo? pq? queriam lhe matar? humm… ainda tem muito caroço debaixo desse angu…

  3. O homem é de Alagoas, está no Pará a 9 anos, a terra pertence a mulher que ele arranjou na região, a única falha que vejo é a Norte Energia ainda não ter pagado o combinado, isso eu não aceito, agora ele vim com declaração como se se fosse índio sendo expulso de SUAS terras, a vá, ele quer é ganhar uma indenização milionária da empresa, Brasil está cheio de espertinhos.

    • Sorte da mulher dele que arranjou um homem trabalhador para cuidar das terras dela. Sendo índio ou não o Brasil é um país de todos e ele tem todo o direito de ficar onde quiser. O Brasil está cheio de gente esperta sim , agora você foi expulso da SUA escola não? "Pagado" foi foda!
      Você devia pegar a enxada e ir lá ajudar Seu Sebastião a recuperar as sua plantações.

  4. Hi,
    I signed the petition "STOP AMAZON FOREST DESTRUCTION". I'm asking you to sign this petition to help us reach our goal of 1,000 signatures. I care deeply about this cause, and I hope you will support our efforts. Tell your friends to help me please.
    http://www.thepetitionsite.com/714/883/495/stop-a
    TELL YOUR FRIENS TO HELP ME SIGN THIS PETITION BECAUSE I NEED 1000 PEOPLE TO JOIN FOR THIS FIGHT, OUR FOREST IS FINISHING, PLEASE HELP US. THANKS A LOT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...

Podcast BANZEIRO

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas importantes para...

Projeto Belo Sun coloca Amazônia brasileira em risco de contaminação

ISA - Uma avaliação técnica concluiu que a mina de ouro que a empresa canadense Belo Sun Mining pretende instalar na Volta...

Debate Amazônia em conflito: quem põe preço e quem dá valor – a disputa entre os predadores e os povos da floresta

A Amazônia sempre esteve em disputa entre os que a parasitam e aqueles que nasceram nos territórios e deles vivem. Há...