Início Notícias Bispo do Xingu, Dom Erwin Kräutler, recebe título de Doutor Honoris Causa...

Bispo do Xingu, Dom Erwin Kräutler, recebe título de Doutor Honoris Causa da UFPA

Dom Erwin Kräutler 1

A Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio do seu Conselho Universitário (Consun), concedeu, nesta quinta, 21, o título de Doutor Honoris Causa ao bispo da prelazia do Xingu, Dom Erwin Kräutler, em reconhecimento a sua trajetória de vida, em favor dos Direitos Humanos e das causas indígenas na Amazônia.

Esse título é a maior honraria que a UFPA concede a uma personalidade que tenha se distinguido pelo saber ou pela atuação em prol das Artes, das Ciências, da Filosofia, das Letras ou pelo melhor entendimento entre os povos. “Com isso, a Universidade reconhece a importância do trabalho de Dom Erwin para a humanidade, evidencia o respeito pelas suas resoluções e pelas suas opções como sacerdote, bispo, cidadão engajado nas lutas do seu tempo pelas causas sociais”, afirma a diretora do Instituto de Ciências da Educação (ICED), Ana Tancredi, professora que deu o primeiro passo para que o título fosse concedido.

Por conhecer a trajetória de vida do prelado, a professora Ana Tancredi tomou a iniciativa de contatar o professor Rainero Meirelles da Silva, à época, coordenador do Campus de Altamira, para apresentar a proposta ao Conselho Universitário (Consun), juntamente com a ajuda de outras docentes da Universidade. A proposta foi aprovada, por unanimidade, no dia 24 de janeiro de 2013. O mesmo Conselho optou por realizar a cerimônia de outorga do título no próprio município de Altamira, onde o bispo recebeu sua ordenação episcopal, em 1981.

Reconhecimento – “Mesmo ameaçado de morte, Dom Erwin segue em frente com sua missão, quase que como uma voz isolada em sua incansável luta em favor dos excluídos, dos direitos dos povos indígenas à terra, à cultura e à dignidade, dos pequenos agricultores que são espoliados de sua terra e de seus direitos, dos injustiçados, daqueles que têm suas fragilidades impostas por uma sociedade excludente e utilitarista, pela sua luta em favor do meio ambiente, pela sua contribuição com a academia”, sintetiza a professora Tancredi, justificando o merecimento do prelado ao título.

De nacionalidade austríaca e naturalizado brasileiro em 1978, Dom Erwin já possui títulos Honoris Causa na Áustria e na Suíça. Há mais de 30 anos na Amazônia, o bispo da prelazia do Xingu teve papel fundamental ao denunciar a exploração sexual de adolescentes por políticos no interior do Pará, a emasculação e o assassinato de meninos em Altamira, a atuação de grileiros e madeireiros com práticas de trabalho escravo e destruição do meio ambiente.  Dom Erwin também tem muitas publicações em línguas inglesa, portuguesa e alemã, já tendo contribuído como professor na Educação Básica e na pesquisa universitária em Altamira.

As informações são da UFPA

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns à professora Ana pela iniciativa. D. Erwin é um ser humano muito raro nos tempos atuais. É encorajador ver sua luta e ousadia evangélica, seu testemunho me faz acreditar que dias melhores podem raiar, cultivados pelas mãos de gente que se importa com o próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*


Últimas notícias

Banzeiro, o novo podcast do Movimento Xingu Vivo

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas...

Podcast BANZEIRO

A partir de julho de 2020, o Movimento Xingu Vivo para Sempre passa a produzir o podcast Banzeiro, para falar de coisas importantes para...

Projeto Belo Sun coloca Amazônia brasileira em risco de contaminação

ISA - Uma avaliação técnica concluiu que a mina de ouro que a empresa canadense Belo Sun Mining pretende instalar na Volta...

Debate Amazônia em conflito: quem põe preço e quem dá valor – a disputa entre os predadores e os povos da floresta

A Amazônia sempre esteve em disputa entre os que a parasitam e aqueles que nasceram nos territórios e deles vivem. Há...